Chegada a Innsbruck

Padrão

Deixei Veneza com chuva fina. Segui meu caminho a Innsbruck. Quanto mais avançava o trem, pior o tempo ficava. Vamos realmente vivenciar o clima alpino. E em mais um capítulo da série “Coisas que só acontecem com a Manu”: a ferrovia estava sendo reparada e parte do percurso teria que ser feito de ônibus. Justamente na fronteira tivemos que descer sob forte chuva, vento, frio e nos deslocar até o estacionamento. Dei graças por ter optado por viajar com mochilas e não com mala de rodinhas. Os passageiros carregavam aquelas enormes malas pelos caminhos estreitos entre um vagão e outro, pois pela obra o desembarque de todos se daria apenas pelo primeiro vagão. Que sufoco! Estávamos a 30 minutos de Innsbruck.
Senti muitas saudades da Trenitalia! Lanchinho, integrantes simpáticos, poltronas muito mais confortáveis, tudo de bom!
Ao desembarcar na estação de Innsbruck, fiz minha parada no balcão de informações, coletei meu mapa, soube a localização do hotel, dos principais pontos turísticos e me meti num taxi para me abrigar da chuva até o hotel.
Mais uma vez, a hospedagem era bem localizada. No coração da parte histórica da cidade. Da minha janela pude localizar todos os monumentos, museus, lojas e muitos restaurantes. Instantaneamente a chuva passou e fui andar pelas ruas. Estava bastante deserto. Talvez pelo frio e vento. Depois de algumas fotos, me recolhi. Afinal, amanhã é dia de visitar o Swarovski World.

20120927-212730.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s