Palazzo Pitti e a Torre Inclinada de Pisa

Padrão

Mais uma vez comecei meu dia cedo para um turista em férias no meu conceito. Acordei às 07:30 e depois do café reforçado, fui para o Palazzo Pitti, que abre às 08:15.
Ir cedo para essa atração foi ótimo. Devo ter sido a primeira a entrar e tinha as galerias só pra mim! Sou uma turista meio folgada, não gosto muito de ajuntamento de turistas perdidos, barulhentos, com suas máquinas desesperadas que não podem esperar um único minuto (desculpem o desabafo).
O Palazzo Pitti é imperdível. Se for a Florença, reserve metade de um dia só para ele, é daí pra frente. Vale a pena visitar tudo! Existe a possibilidade de dividir a visita em 2 dias, já que para visitar todas as partes do Palazzo, incluindo os jardins, compramos 2 bilhetes, com as atrações divididas de uma maneira bem pensada para ajudar o visitante. Não se assustem com o preço, os dois trechos compreenderam a compra de ingresso mais cara de toda a viagem até aqui. Mas na minha opinião valeu cada centavo. O Gabinete Real, as roupas expostas, os diversos salões, que já são obras de arte, o acervo com trabalhos de diversos pintores famosos, incluindo quadros bem conhecidos de Rafael Sanzio, o mobiliário, tudo nos transporta para uma época outra e nos faz imaginar como viviam os Medici naquelas dependências maravilhosas. Verdadeiras obras de arte desde o banheiro! Hahahaha
Depois dessa viagem no tempo, fui para a estação de trem para me dirigir a Pisa. Foi uma viagem tranqüila e descomplicada. Existem trens com boa freqüência de horários ligando as 2 cidades. Fui num horário de trem direto a estação Pisa Centrale. Muito rápido. Ao chegar em Pisa, peguei um taxi em frente a estação e fui ver a torre inclinada logo de cara! Fiquei impressionada no quanto a torre é torta! Não fazia idéia que era tanto! Como tinha bilhete para visitá-la no interior e subir ao ponto mais alto (onde estão os sinos), só guardei minha mochila, entrei numa pequena fila, que já era o meu grupo para a visita, e lá estava eu dentro da torre. Tivemos uma breve explanação de uma guia e subimos sozinhos até o topo. É um pouco estranha a sensação, por causa do ângulo que nos encontramos muitas vezes e no topo, confesso que fiquei com um pouco de medo.
Ao descer, visitei a igreja, passeei pelas barraquinhas de lembrancinhas, comi uma pizza e peguei ônibus panorâmico para ir a estação por um caminho mais longo e agradável, tendo explicações sobre o que via.
Retornei a Florença e ainda deu tempo de fazer bastante coisa. Caminhei muito pela cidade e arrematando os pontos que ainda não tinha visitado. Nesse momento, estou de malas prontas para Veneza e me despeço com carinho especial por mais uma cidade.

20120921-231611.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s